facebooktwitterlinkedinyoutuberss
Publicidade
:: Home :: Notícias :: Gigante asiático vai mostrar tudo o que produz aos empresários brasileiros
Notícias Veja mais
Gigante asiático vai mostrar tudo o que produz aos empresários brasileiros - 26/08/2019


“A grande preocupação dos chineses hoje é atingir o maior potencial do Brasil, que é o seu perfil empreendedor”.

A frase foi dita por Anselmo Carvalho, diretor da Expo Solutions no seminário sobre cooperação comercial e importações entre Brasil e China, realizado nesta quarta-feira, 14/08, na Associação Comercial de São Paulo (ACSP), para uma plateia de 100 empresários brasileiros.

Farid Murad, vice-presidente da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp), e da ACSP, coordenou o evento, representando Alfredo Cotait Neto, presidente da Facesp e da ACSP. A São Paulo Chamber of Commerce/ACSP é parceira da Expo Solutions na organização do seminário, que serviu para marcar o lançamento oficial da feira China Homelife e Machinex Brazil 2019, que será realizada de 17 a 19 de setembro, no São Paulo Expo, na Rodovia dos Imigrantes, Km 1,5.

A República Popular da China é a maior parceira comercial do Brasil, com transações comerciais que totalizaram, em 2018, US$ 75 bilhões. Já as importações, representaram US$ 34 bilhões no ano passado.

Será a sexta edição da China HomeLife no Brasil. Nos três dias, 800 empresários chineses mostrarão seus produtos aos empresários brasileiros. De equipamentos industriais e ferramentas a objetos de decoração.

As inscrições serão gratuitas e podem ser feitas no site www.chinahomelife.com.br

Os expositores garantem que as novidades serão muitas, principalmente no setor de eletrônicos. Alto-falantes portáteis, resistentes à água, ideais para atividades ao ar livre, amplificadores de voz recarregáveis, microfones de ouvido com receptor, microfones de lapela, suportes de metal para TVs, carregadores wireless, além dos já tradicionais cases para celular, fones de ouvido, patinetes e scooters (espécie de moto) elétricas.

Móveis para casa e escritório, equipamentos de ginástica, linha premium de home têxtil, iluminação decorativa, malas e acessórios de viagem, tecidos e roupas, artigos para o lar também estarão à disposição dos visitantes da feira.

Os grandes empreendedores terão acesso ao rico setor industrial chinês, com fornecedores de empilhadeiras de vários portes e tipos, moto redutores e equipamentos e peças para indústria do plástico e borracha.

Os empresários brasileiros terão a oportunidade de fazer reuniões com os 800 fornecedores, aprovados no rigoroso processo de seleção do governo chinês.

Além do Brasil, a China Homelife será realizada simultaneamente em mais 12 países: Turquia, Polônia, Cazaquistão, Índia, Egito, África do Sul, Nigéria, Quênia, México, Irã, Emirados Árabes unidos e Jordânia.

Trata-se do Programa “One Belt One Road”, um cinturão econômico da Rota da Seda, só que no século 21.

O Brasil ocupa posições de liderança entre os países que participam do road show. Em 2018, mais de dez mil empresários e profissionais de diversas regiões brasileiras visitaram as feiras e participaram das rodadas de negócios que, desde a primeira edição do evento, em 2014, aumentaram 50%.

“As feiras deste ano terão quase o dobro do espaço. Os quase mil expositores chineses se juntarão e farão o maior evento já realizado em São Paulo. O positivo cenário econômico brasileiro deve resultar em um aumento do número de transações entre compradores brasileiros e vencedores chineses durante as feiras”, comentou Binu Pilai, diretor da Meorient, organizadora do projeto.


PORTAL DE NEGÓCIOS

Haverá também a plataforma de negociação, que permitirá que o empresário agende reuniões, tome conhecimento dos lançamentos, conheça todos os expositores e seus produtos e faça negociações durante o ano inteiro.

De acordo com os organizadores, a plataforma 020 já está ativa e integra cerca de 10 mil fornecedores/fabricantes chineses, que oferecem mais de dez mil produtos.

O projeto China Homelife envolve um investimento de cerca de US$ 25 milhões e permite que os empresários chineses mostrem seus produtos para treze países.


MUNDO PET

Produtos destinados ao segmento pet também serão encontrados na feira. Fabricantes de caminhas, coleiras ultrassônicas anti-pulgas, tigelas, escovas, acessórios e roupinhas, bem como árvores para gatos, também estarão na sexta edição da China HomeLife.

Um dos setores fortes da feira é o têxtil, com polímeros e filamentos de poliéster, além da matéria prima para a produção de roupas, lingeries, roupas esportivas, calçados esportivos, malas, acessórios de viagens, artigos de decoração e zíperes.

“O aumento do interesse de importadores locais em visitar a feira e o crescimento das vendas nas plataformas de e-commerce com produtos importados indicam que a feira está bem posicionada, tanto para o comércio – para bens de consumo – mas também para a indústria, que pode se beneficiar das ofertas de equipamentos industriais oferecidos pelos expositores”, disse Anselmo Carvalho, da ExpoSolutions, braço organizador do evento, que ressalta outro aspecto.

“Tudo que o consumidor encontra normalmente em ruas de comércio popular, como a 25 de março e Santa Ifigênia, estará à disposição dos visitantes na feira. Com a grande vantagem de poder comprar diretamente do fabricante e por um preço bem menor, sem intermediários”, lembra Anselmo.

Anselmo orienta o pequeno e médio empreendedor brasileiro a driblar as barreiras que ele normalmente enfrentar para importar e exportar.

“As barreiras existem. Mas para encontrar a melhor maneira para importar ou exportar, o empresário brasileiro deve contratar um escritório especializado, que mostrará o caminho a ser seguido. O empresário brasileiro tem de perder o medo de importar ou exportar. No passado, exportar e importar eram para o grande empresário. Hoje não é mais. O assessor de importação e exportação está no mercado para facilitar a vida do empresário. A Associação Comercial de São Paulo tem condições de orientar o empreendedor neste aspecto”, disse Anselmo Carvalho, lembrando que na feira haverá um estande da São Paulo Chamber of Commerce, braço de comércio exterior da ACSP.

Em 2018, onze mil pessoas visitaram a feira. Para este ano, são esperadas quinze mil.

A China HomeLife servirá também para comemorar os 45 anos de relações diplomáticas entre Brasil e China. A cooperação ganhou força e se estendeu ao setor comercial na última década, quando o gigante asiático passou a ser o principal parceiro econômico brasileiro.

O seminário teve também as participações de Paulo Castelo Branco, presidente executivo da Abimei e Kate Xu, gerente de projetos da Meorient International Exhibition Co Ltd.


FOTO: Danielle Pessanha

Calendário de eventos
Dezembro
  • 11
    Seminário e Degustação...
      A São Paulo Chamber of...